18.9.09

Disparate de Verão ou inventona? A resposta mora em Belém (parte 2)

Depois desta nota da Direcção Editorial do Público a questão fica resolvida. Se um membro da Casa Civil assumiu, nessa qualidade, a informação e lá continua, Cavaco não precisa de esclarecer mais nada: abençoou a inventona do Verão passado.

2 comentários:

Aníbal teixeira disse...

Esta história das escutas está muito mal contada, Sua excelência o Presidente da Republica já devia ter tomado uma posição de firmeza em relação a este assunto para não desviar ainda mais as atenções dos Portugueses em tempo de eleições cujo objectivo é só um criar um conflito institucional entre a Presidência da Republica e o Governo.
Sempre que se levanta um caso contra o PSD eis que surgem logo boatos e suspeições a envolverem o Governo ou o PM , para que não se fale da manta de retalhos que é o PSD de MFL.
Nestas eleições os Portugueses devem dar de novo maioria absoluta ao PS porque é o único que tem um líder moderno, ambicioso e determinado em querer colocar Portugal ao nível de desenvolvimento dos países mais competitivos e desenvolvidos da Europa, A mesma receita se aplica para Almada elegendo Paulo Pedroso a Presidente da C M A vamos a isso.

Aníbal teixeira disse...

Coincidência até parece que o Presidente da Republica leu o meu comentário . É pouco para um tema de 18 meses veremos a mossa que isto fará nos detentores do mal e defensores das suspeições e calunias.
Quem trabalha com verdade e determinação não deve temer nada.