24.9.12

O que andou Miguel Macedo a fazer para perceber tão mal o país?

Quem tem as obrigações para com o povo que resultam de ser político profissional e pensa que o problema português é a preguiça, como o Miguel Macedo da metáfora da cigarra e da formiga, devia perceber que está na altura de mudar de emprego. E se pensa assim sobre o povo que toda a sua vida serviu, muitas vezes beneficiando do seu voto maioritário, é caso para lhe perguntar também o que andou a fazer, porque a estudar o país não foi. 

2 comentários:

Francisco Clamote disse...

Nem mais!

João Teixeira disse...

Estes moços que agora estão no governo, e que pensavam que nunca chegariam ao poder, andam deslumbrados por poderem dar uns palpites sobre o carácter dos portugueses.Cada um que fala vai abrindo o buraco para a tumba onde os vamos meter mais cedo do que eles esperariam. A ideia que estes moços têm de democracia é parecida com a de um vizinho meu admirador do Hitler . Ele afirma que tudo seria mais simples se só fosse permitido criticar um governante a quem estivesse preparado tecnicamente para o substituir. O ministro Macedo quando se refere ás cigarras (preguiçosas e ignorantes) é assim que ele pensa . Para ele as cigarras são todos os que o criticam a ele e ao resto da mocidade da qual ele faz parte .Acontece que esta mocidade que se equipara a formigas, não passam de baratas tontas á procura de um caminho que os salve da tumba...